segunda-feira, 17 de maio de 2010

ENTENDA SUA FOME...

FOME, APETITE, SEDE, CANSAÇO…

O dia-a-dia das pessoas faz com que elas não percebam o que sentem realmente em relação as suas vontades e desejos. Poucas têm a sensibilidade de observar seu corpo, suas transformações, suas necessidades ou seus prejuízos frente a algo que lhes faz mal.

No caso da obesidade é preciso a consciência plena da pessoa. Uma vez estabelecido o objetivo de emagrecer, deve visualizar sua imagem de corpo magro, bonito e saudável. Essa é a nova identidade do futuro magro.Todos sabem que o corpo humano necessita de energia externa para sobreviver e essa energia tem que ser buscada nos alimentos a qual conhecemos pelo nome de caloria. Essa necessidade indiscutível que o organismo apresenta é a fome. Cada pessoa sente a fome de uma maneira diferente. Para algumas ela se apresenta como se fosse uma dor no estômago, para outras um “vazio” ou o estômago que “ronca” e até mesmo uma dor de cabeça.
O que queremos chamar a atenção é para que cada um reconheça sua fome, ou seja, a sua necessidade de comer, em que horário, em que situação, para que não seja confundida com a fome psicológica (apetite), ou com sede, ou até mesmo com um simples cansaço.

A fome é controlada pelo sistema nervoso, mais especificamente pelo hipotálamo. Acontece que no mesmo hipotálamo temos núcleos muito próximos ao da fome, responsáveis pela sede, cansaço, desejo sexual, saciedade etc. que podem ser confundidos através das percepções.
Quantas vezes a fome é confundida com sede. Isso é muito comum no bebê, que quando chora antes do período normal de comer, a mãe lhe oferece um chá ou suco e ele se aquieta.

A fome, além de apresentar suas características particulares de cada um, normalmente se apresenta após quatro ou cinco horas após a última alimentação. Queremos propor ao leitor que faça pergunta a si mesmo: “o que estou sentindo é realmente fome?” Paralelamente observe quanto tempo faz que se alimentou pela última vez. Se foi há menos de quatro horas provavelmente o que está sentindo é apetite, sede, cansaço ou qualquer outra coisa, menos necessidade de comer.
Faça experiência.



TÔ MUITO TRISTE HOJE...
MINHA GATINHA ADANNA ESTÁ DESAPARECIDA E NINGUÉM SABE AONDE ELA ESTÁ.
JÁ REVIREI TUDO E NADA!!!
PEÇAM A SÃO LONGUINHO PRA ME AJUDAR.

BJOS TRISTES.

3 comentários:

Bethynha disse...

eu sinto fome a toda hora..mas eh por falta de afazeres mesmo..vivo aqui no escritório sentada na frente do pc..e mtas vezes sem fazer nada..isso sim eh estressante..mas tento me acalmar lendo e me distraindo

e como foi seu findi querida?
ah o gatinho desapareceu..eu torço mto que vcs encontrem ele..eu sei bem como eh isso..essas criaturinhas se tornam parte da familia..pq tnho os meus dogs e sei como eh..
mas vamos la..nao desanima ta

bjos e boa segunda

Zana disse...

Pena que não tenho paciência de me perguntar se o que estou mesmo sentindo é fome..aliás até pergunto depois que como.rss
Tomara que tenha encontrado sua gatinha.
beijocas

Dani disse...

Difícil isso né amiga?
Quando somso obesos, ou até gordinhos não temos este discernimento...de fome psicológica e tal...mas, é um aprendizado até na fase que estamos.
Sorte na procura da bichana!
beijos querida!

‚‚‹ Blogger template 'Personal Blog' by Ourblogtemplates.com 2008